23.9.12

Vivo

Nos sentimos vivos quando estamos exatamente onde gostaríamos de estar. Quando olhamos nosso umbigo e o sentimos em seu devido lugar. Sabemos que é isso, isso mesmo o que tem nos levado a acordar, sorrir e agradecer cada dia. Ter agarrado um sonho, um desejo e tê-lo levado adiante com vontade, ainda que contrariando lógicas de pessoas que te querem bem, mas que pensam totalmente diferente de você. A vida é um bem pessoal, único e intransferível. Cada um sabe o que faz da sua. Cada um deve aproveitar e cuidar da sua vida, porque depois que ela passa não adianta reclamar e dizer que dela não fez o que tinha vontade de verdade. Vivo o meu bem maior. Vivam e não transfiram o poder de suas escolhas à outras pessoas. Sejam sensatos, mas também ouçam seus corações. O equilíbrio entre sobriedade e loucura, razão e sem noção, necessidade e vontade... esse equilíbrio nos deixa mais perto da felicidade. Ainda que esta última seja apenas uma ideia de bem estar infinito sendo finita e tão pequena em alguns momentos. Viver vale à pena quando se faz isso de forma plena. 

Bjons!
=*

Tempo Perdido


Todos sabemos o quão breve as coisas boas são depois que se passam... sempre parece que foi pouco, sempre queremos mais, sempre parece que não foi o suficiente. Porque temos um dia temos que nos despedir do que amamos? Ainda que seja com a silenciosa morte e o fechar de olhos desse mundo. Essa música me traz uma nostalgia do recente e ao mesmo tempo um desejo tão grande de viver, viver sempre mais, tudo aquilo que temos direito a viver. O tempo que passou e que tenho passado, Deus amado, como te agradeço pelo que me têm proporcionado nos últimos 7 meses. E como tenho sede, como ainda quero tempo! Todos os dias antes de dormir eu lembro de como ele foi sim, e se ele não foi dos melhores já não importa. Eu sei que dias melhores sempre virão e tenho tantos dias bons dos quais lembrar. Também tenho uma vista maravilhosa pra apreciar antes de fechar os olhos e sonhar. Tenho o que apreciar, agradecer... bem diante de mim e dentro de mim, no meu coração. Os sentimentos bons como o amor, carinho e amizade... Ver que nada foi vão, nem foi tempo perdido. Somos tão jovens, tão jovens...
Vou falar de amor aqui também, pois ele está presente em todos os meus dias. Está ao meu lado quando durmo e acordo. Quando sonho e quando realizo. Nosso suor, nossa saliva, nosso sangue, tudo é sagrado. Cuidarei com tal zelo pelo tempo que me for concedido e deixarei descuidado quando preciso pra que se lembre do meu carinho, e no máximo por 30 segundos .. hehehe.... E se toda tempestade fosse da cor dos olhos dele, os céus poderiam cair todos os dias. Depois o sol brilharia no horizonte no final da tarde, trazendo a brisa do mar... no céu do entardecer raios da cor dos seus cabelos. Poderia ser assim, qualquer dia assim com ele me alegra. Sempre quero que me abrace forte, porque sinto que estamos sempre mais juntos, mais únicos. E o tudo mais não importa, isso fica lá fora. Temos nosso próprio tempo, espaço, mundo. Eu nunca tive medo do escuro, e as únicas luzes que preciso acesas são as dos seus olhos. Escondido de nós só fica o que não nos pertence e promessas não nos são necessárias. Não existe e nunca existirá tempo perdido. Cada segundo valeu, cada segundo vale à pena.


Ainda somos tão jovens... e o tempo jamais será perdido.

15.9.12

Arrepender-se

Gratidão: é de graça!

Arrependimento, eis uma coisa que não carrego. Dizem que se deve arrepender-se daquilo que não se fez. Pois bem, eu não me arrependo de nada, fiz tudo o que tinha vontade. Arrependimento. Será que um dia me arrependo de nunca ter me arrependido? Pensarei com pesar "as coisas poderiam ter sido diferentes"? Ah, Deus. Não, isso não é pra mim. Isso é coisa de gente recalcada que passa vontade. Eu prefiro aprender com meu erros e seguir em frente. E digo mais, quando aprendemos a aprender com os erros, eles até diminuem e passam a ter ao menos um pouco de sentido. Ainda que seja um erro feio e quase sem perdão, você tomando uma lição até se perdoa e segue, segue em frente. Coisa que aprendo mais e mais a cada dia e a não ter medo de querer. Querer e executar, agir. Se quero falar, então passo de querer à executar, falo. Se quero chorar, choro. Se quero calar, calo. Quero, logo faço. A vida é curta pra passar vontade de coisas tão pequenas. Na verdade tem horas que passo vontade [ vontade de falar merda, xingar e mandar pro inferno ], mas são vontades que se executadas e colocadas em prática nada me trariam de bom e até poderiam me fazer mal, prejudicar-me. Então passe vontade de coisa ruim, e fala tudo que for pra acrescentar. De coisas boas, não, jamais passe vontade. Execute! Ainda que te chamem de doida, te comparem com algo muito louco ou escabroso... vai te fazer feliz? Execute. E se não gostar do resultado, aprenda a não se arrepender. Você quis, você fez, agora aprenda. Tire algo bom de tudo, mesmo que o tudo tenha sido uma zica. Não se abale por mixarias, a vida é rica. A vida é rica! Não é um mal dia, uma má semana, uma má escolha que vai fazer dela menos interessante. A vida se abre a cada momento, as possibilidades são infinitas. Trate a vida com cortesia, seja honesto com você, com as pessoas. Seja com todos o que você quer pra você mesmo [a não ser que queira algo ruim, aí você deve procurar luz, muita luz pra iluminar seus pensamentos, serrr]. Deus abençoa quem lhe agradece o dom da vida, o dom da alegria, o dom da mudança e da renovação a cada dia. Acho que a gratidão é o começo para muita coisa boa. Exclua da sua vida o arrependimento, acrescente "aprendizado", execute gratidão, harmonia, amor, paixão.  Gratidão, é de graça.

Carta aos que me têm saudade



Sei que ando distante, vagando pela terra de amor. Sei que me fiz ausente da realidade e que desta nem sinto saudade. A saudade só carrego daqueles que junto no peito levo. Aqueles que de mim lembram com carinho, como gostaria de tê-los comigo,  mas um dia estarão trilhando caminho semelhante ou parecido, seguindo seus corações, esquecendo multidões. Um dia viverão uma unidade que tem valor eterno, sendo assim não material, mas de tão puro sentimento que se torna atemporal. Seja no tempo que for, seja com chuva ou sol, essa unidade que se faz de dois completos, e não duas metades, é tão forte e íntima que de outras coisas não deixa ter saudade. Saudade, repito, só dos meus grandes amigos. Compartilho também nesta carta aberta, que este território que piso ainda em muito me é desconhecido. Tem dias que esta terra parece querer se abrir e fazer desmoronar tudo adentro, mas aí vejo que é só tensão pré-menstrual e bombons resolvem o temível dilema. O fim. O fim? Que fim? Sabe, quando andamos por esse território o que mais queremos é que nunca tenha fim. O ar aqui é perfumado, cheira paixão. Queremos sentir isso pra sempre. Mas nunca sabemos ao certo quanto dura. E se vai durar a vida inteira, só vamos saber chegando ao fim dela. Então meu conselho é que vivam tudo o que há para se viver. Não tenha pressa, tenha entrega, faça o seu melhor, dê carinho, não leve problemas para este mundo tão lindo. Muitas vezes as coisas se tornam complicadas porque as fazemos assim. Não queremos simplesmente somar um e um pra dar dois. Queremos saber porque um é um e o outro um é outro um. Queremos saber se aquele um já sofreu uma subtração de 0,5 e como fez pra se tornar um inteiro novamente. Queremos o que nem nos fará bem, só pra ter mais, nem que seja mais coisa na cabeça, o que não te fará bem. Seja leve. Neste território, na terra de amor, os passos devem ser dados com leveza, com clareza, com vontade, com liberdade. Aqui somos livres. Te garanto, somos totalmente livres. Aqui ninguém entra sem querer e ninguém permanece se não tem essa vontade. E digo mais, quando se está chegando por essas bandas de cá, muitas vezes nem percebemos e pronto, estamos dentro. Daqui de dentro, hoje vejo porque um sentimento que muitas vezes não sabemos descrever, que só "querer bem" não define, nos salva de uma vida fútil, inútil ou sem sentido. Claro que a vida é muito mais em muitos outros sentidos. Mas quando temos uma vida com amor, ela se torna mais colorida, mas leve e mais aquecida. Sabe? Ter alguém que se preocupa com você e também se preocupar com esse alguém? Cuidar, amar, cortejar - que palavra do tempo da carochinha!! hahaha - conquistar todos os dias, olhares demorados... tantas coisas fazem essa terra ser doce. Amigos, sejam amantes, sejam amados e amem. Sem restrições dentro da unidade, sem pudores com a liberdade, mas que ela também não seja confundida com libertinagem [sempre friso isso quando falo de liberdade e libertinagem, detesto que me confundam.. hehehe...]. A vida é uma só. E o amor, pode ser um só pra vida toda, ou podemos amar mais de uma vez, mas tudo depende de nós, de viver, de nos permitir. Lembre, sem pressa, com amor e sem pressa. Espero que um dia todos embarquem e tenham uma boa viagem, tão boa quanto a minha.

Um beijo saudoso!

Thais.

10.9.12

Expectativa, uma faca de dois gumes

Acho que todos sabem o que vem a ser uma faca de dois gumes. Mas se alguém não sabe, é uma faca que possui dois lados com corte, não como uma faca comum de cortar pão. É uma faca que lembra um punhal ou que também pode ser chamada como tal. Enfim... o punhal também é uma faca de dois gumes.
Fazendo uma analogia desse tipo de faca com "expectativa", posso indicar vários sentidos pra isso. Alguns que não gostaria sequer que existisse a possibilidade de existirem, mas vamos nessa.
Expectativas podem ser ótimas, podem ser usadas a nosso favor e claro, se você começa algo sem ter expectativa nenhuma, talvez não esteja tão afim de ter ou ver resultados. Diria que é como fazer por fazer. E então esse lado da faca, esse gume pode ser o lado positivo. É o lado da faca que te ajuda a cortar o queijo, que te motiva a chegar lá. Você precisa cortar o pão e os ingredientes pra fazer um sanduíche, não é? Precisa de motivação, ter uma meta, que chamo também de expectativa, pra saber o que quer, o que espera e onde quer chegar.
Agora vem o outro lado da faca, o outro gume. A parte que pode te machucar, te ferir, te decepcionar. Expectativas podem se tornar frustrações. Podem dilacerar um coração pouco a pouco, milímetro à milímetro, parte por parte. Expectativas demais nunca são boas, esperar que as pessoas possam suprir expectativas suas também não. O segredo é não criar expectativas cuja as quais não dependem só de você. A parte chata é que esse segredo contém uma receita que ainda se mantém secreta pra muita gente, incluindo a mim. Mas talvez o segredo esteja no simples desprendimento, desapego. O pior disso tudo é que muita gente confunde desapego com descaso. Eu pego no meu próprio pé para não fazer o que vejo muita gente fazendo. Muitos falam e falam de desapego como descaso mesmo. No sentindo "não tô nem aí", quando na verdade se está muito aí. Acho que o caminho não é repudiar o que sentimos. O caminho é entender porque sentimos, o que nos leva ao que de fato está incomodando, está nos afetando. O que está fazendo uma simples faca de pão se tornar um punhal cravado em nós? Queremos as expectativas como ferramentas a nosso favor e não contra nós. Queremos cortar o pão e não nosso pulsos. Queremos nos fortalecer e não sangrar. Queremos tanta coisa mas muitas vezes deixamos passar, desvalorizando, o que já temos. Eu só quero uma faca de pão, vou dispensar o punhal. Meu conselho é que simplesmente façam o mesmo. Bjons! ;)